BOROLI Barolo           ITÁLIA

Boroli Barolo

DE 1534 A HOJE

UMA FAMÍLIA PIEMONTESE

É graças ao trabalho de preservação e catalogação de Don Carlo Pollina (1744-1799), tutor do pequeno Carlo Antonio Boroli, quatro avô de Silvano, que os muitos documentos familiares chegaram aos nossos tempos.

Entre estes, o brasão heráldico fala de grandes méritos às Cruzadas, sublinhadas pela lua crescente e a cimitarra brandida pelo leão desenfreado, um símbolo de perspicácia e ousadia. Em vez disso, é o sol radiante que nos fala sobre a abundância de recursos da família, beijada pela providência divina.

 

Silvano casa-se com Elena Verri em 1968; têm 4 filhos (Carlo, Guido, Achille e Filippo) que trabalham em diferentes áreas e agora 7 netos.

Silvano trabalhou no setor de editoração gráfica até a década de 1990, depois decidiu mudar de vida, dedicando-se a uma paixão que sempre teve: a terra, que para um piemontês só pode significar o vinho no Langa.

 

Achille, depois de se formar em administração de empresas, decide cuidar da vinícola e da indústria de alimentos e vinhos.

Após o reconhecimento da estrela Michelin na Locanda del Pilone, com a colheita de 2012 muda radicalmente o método na vinha e na adega, visando a qualidade total de Barolo e do seu Cru.